Como escolher o seguro adequado na Suíça?

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_text_separator title=”Escolher Seguros Adequados” title_align=”separator_align_center” border=”no”][vc_separator type=”transparent” position=”center”][vc_tabs style=”boxed”][vc_tab title=”Seguros de Saúde” tab_id=”1436961958-1-9″][vc_column_text]

Na Suíça cada habitante precisa ter um seguro básico de saúde, incluindo crianças e estrangeiros. A escolha de um bom seguro exige algum conhecimento e não é uma tarefa fácil.

 

Todas as pessoas que residem na Suíça têm de ter um seguro de saúde, acidente ou maternidade.

 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Para quem é obrigatório o seguro de saúde?[/highlight]

 

  • Pessoas com residência na Suíça, independentemente da sua nacionalidade. O prazo máximo para adquirires um seguro de saúde é de três meses após a emissão do teu visto de residência (caso apresentes o teu Cartão Europeu de Saúde, que é fácil de emitir e gratuito em Portugal – caso não apresentes este cartão as companhias tentar-te-ão forçar a aquisição de um seguro a contar do dia em que o teu visto é emitido).
  • Cidadãos estrangeiros, caso não possuam um seguro equivalente ou fiquem na Suíça mais de três meses.
  • Requerentes de asilo, requerentes com protecção provisória e indigentes (pessoas sem direito de residência formal).

 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Onde fazer o seguro?[/highlight]

 

Existem cerca de 100 entidades seguradoras na Suíça onde podes fazer o teu seguro de saúde. Estas entidades têm o dever de aceitar todas as pessoas sem limitações no seguro básico (não te poderão impingir complementares, mas tentarão com certeza). No caso das pequenas entidades seguradoras, a aceitação de segurados pode ser restrita aos habitantes dessa região.

 

Caso não estejas satisfeito com o teu actual seguro, podes a qualquer altura mudar. Por norma, um seguro básico pode ser rescindido com um prazo de antecedência de três meses, duas vezes por ano (a rescisão tem de ser comunicada à entidade seguradora, através de carta registrada, normalmente até 31 de Março ou 30 de Setembro – dados e datas poderão variar mediante entidades e actualizações das normas).

 

O seguro na entidade seguradora atual só termina formalmente quando tiver sido feito um novo seguro numa nova entidade (garantindo desta forma que não passas um dia sem estar assegurado).

 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]O que assegura a apólice base?[/highlight]

 

  • Tratamento ambulatório: tratamento por médicos reconhecidos oficialmente
  • Tratamento estacionário: tratamento e internamento na secção geral (quarto com várias camas) de um hospital do cantão de residência, indicado numa lista oficial (lista de hospitais).
  • Medicamentos: medicamentos prescritos pelo médico e exames laboratoriais que estão indicados na lista de especialidades.
  • Gravidez e parto: sete exames de controle e dois exames de ultra-sons durante a gravidez; 100 Francos para cursos de preparação do parto; custos do parto no hospital, em casa ou na clínica de partos; três aconselhamentos de aleitamento e um controle posterior e interrupção da gravidez
  • Medidas preventivas de saúde (prevenção): vacinas (rubéola, sarampo, papeira, tétano, difteria, poliomielite) e suas repetições; oito exames de saúde às crianças antes do início do ano escolar; exame preventivo ginecológico (de três em três anos; para mulheres com mais de 50 anos de dois em dois anos).
  • Reabilitação: reabilitação estacionária (após operação, no caso de doenças graves); fisioterapia/ergoterapia prescrita pelo médico; curas termais: 10 Francos por dia, se prescritas pelo médico em termas autorizada (max. 21 dias /ano) paga a fisioterapia/ergoterapia prescrita pelo médico.
  • Caso de urgência: em caso de transporte em ambulância, será paga a metade dos custos, não excedendo 500 Francos/ano; no caso de salvamento de pessoas em perigo de vida (p.ex. acidente de montanha, enfarte cardíaco) é igualmente paga a metade dos custos, até uma soma de CHF 5000/ano.
  • Caso de doença no estrangeiro (só no caso de estadia de duração limitada): num caso de urgência no estrangeiro, são pagos todos os custos, caso não sejam superiores ao dobro dos custos respectivos na Suíça.

 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Quando recorrer a seguros complementares?[/highlight]

 

Para além do seguro básico, podes fazer outros seguros adicionais, os chamados seguros complementares, que incluem:

 

  • os seguros de tratamentos dentários;
  • os seguros de psicoterapia não-médica;
  • o acesso a todos os hospitais na Suíça (escolha livre de hospitais),
  • a cobertura dos custos numa secção semi-privada ou privada do hospital ou de serviços Spitex adicionais.

 

Os seguros complementares são facultativos e têm um custo suplementar. Não têm necessariamente de ser feitos na mesma caixa do seguro básico.

 

Uma vez que os seguros complementares não são obrigatórios, as Caixas podem decidir quem aceitam e recusar pessoas com base no seu estado de saúde. É, assim, importante só rescindires os seguros complementares quando tiveres a certeza de que vais ser aceite noutra Caixa (confirmação escrita), ou então já não precisas do seguro complementar. Informa-te diretamente na Caixa se pretendes fazer um seguro complementar.

 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Como funcionam os cuidados de saúde?[/highlight]

 

Tens portanto de pagar um prémio mensal à seguradora. As crianças e adolescentes até aos 18 anos pagam menos. Algumas seguradoras oferecem prémios mais baratos aos jovens (entre 19 e 25 anos). As seguradoras têm vários tipos de prémios, embora o seguro básico inclua praticamente as mesmas prestações em todas as entidades seguradoras. O Departamento Federal de Segurança Social publica todos os anos uma lista actualizada com os preços praticados pelas seguradoras. Caso a tua seguradora pretenda actualizar o preço do teu seguro, tem de te comunicar por escrito o novo montante dos prémios. Quando fores informado do novo montante podes optar por rescindir o contrato e neste caso beneficias da redução do prazo de antecedência para apenas um mês, para trocar de seguradora.

 

Para além dos prémios, quando necessitares de assistência médica terás também de pagar parte dos custos dos tratamentos. Esta participação nos custos engloba franquia (nos prémios base poderá rondar os 2000 CHF). Isto significa que até atingir o valor da franquia poderás ter de ser tu a suportar todos os custos com tratamentos (as complementares aqui serão úteis). Ultrapassando o valor da franquia acordada, tens ainda de pagar ainda 10% (retenção) dos custos. A retenção não ultrapassa, contudo, 700 CHF por ano.

[/vc_column_text][/vc_tab][vc_tab title=”Outros Seguros Obrigatórios” tab_id=”1436961958-2-60″][vc_column_text]

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Seguro de Acidentes[/highlight]

 

Distinguem-se entre acidentes de trabalho e não profissionais. Os acidentes de trabalho ocorrem no local de trabalho ou no caminho para este. Todos os outros são acidentes não profissionais como, por exemplo, os ocorridos nos tempos livres, em casa, a fazer desporto ou na estrada. Na Suíça, todos os trabalhadores estão automaticamente segurados contra acidentes de trabalho. Quem trabalhar mais de oito horas por semana, está também automaticamente segurado contra acidentes não profissionais. Os custos do seguro de acidentes são pagos em conjunto pelo empregador e empregado. Os montantes são-te automaticamente deduzidos do salário. Podes também fazer um seguro de acidentes a título privado. O seguro de acidentes obrigatório mais conhecido na Suíça é o SUVA (Instituto Suíço de Seguros de Acidente).

 

Com o seguro básico estás também automaticamente segurado contra acidentes. Se já estiveres segurado contra acidentes através do trabalho, podes pedir à tua seguradora que anule o seguro de acidentes no seu seguro, o que fará reduzir o valor. Quando deixares de trabalhar, teràs de solicitar novamente o seguro de acidentes.

 

Tens de comunicar sempre um acidente de imediato, ao empregador ou à entidade seguradora. Para tal deves usar um formulário que podes pedir ao teu empregador ou à seguradora.

 

Todas as pessoas que vivam e trabalhem na Suíça têm de pagar a AHV (Seguro de Velhice e Sobrevivência) e o IV (Seguro de Invalidez), que constituem a sua providência social. O objectivo da providência social é garantir o sustento na velhice/reforma, em caso de morte de um membro da família ou no caso de invalidez.

 


 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Porquê pagar contribuições AHV e IV?[/highlight]

 

Para teres segurança financeira na reforma, em caso de morte de um membro da família ou em caso de invalidez.
Os montantes do seguro ser-te-ão deduzidos directamente do salário e enviados pelo empregador ao seguro. Caso não trabalhes ou sejas independente, é da tua responsabilidade pagar estes montantes ao seguro. Informar-te directamente na AHV. Têm de ser pagos montantes a partir dos 20 anos de idade (caso comeces a trabalhar mais cedo a partir dos 17 anos) ou a partir da chegada à Suíça. Ao pagar as contribuições da AHV estás a pagar simultaneamente as contribuições da IV.

 


 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Seguro de Velhice e Sobrevivência (AHV)[/highlight]

 

O seguro de velhice e sobrevivência (AHV) deve substituir parcialmente o salário em falta, em caso de velhice ou no caso de morte do cônjuge ou dos parentes. As pensões de velhice permitem-te uma segurança financeira na velhice. As pensões de sobrevivência tentam evitar a precariedade financeira no caso de morte de um dos pais ou cônjuge.

 

O montante das pensões da AHV é calculado com base nos anos em que efectuaste descontos e no montante das contribuições pagas. É importante que pagues continuamente as contribuições, caso contrário haverá uma lacuna e a pensão será reduzida.

 


 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Seguro de Invalidez (IV)[/highlight]

 

A invalidez é uma redução da capacidade de trabalho, provocada por problemas de saúde físicos ou psíquicos. O seguro de invalidez (IV) promove sobretudo medidas que ajudem a melhorar a capacidade de trabalho. Inclui por exemplo acções médicas no caso de anomalias de nascença, uso de meios auxiliares, acções profissionais e escolares, tais como orientação profissional e recurso a agências de emprego ou pagamento dos custos de readaptação profissional.

 


 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Quando existe direito a pensão de invalidez?[/highlight]

 

Apenas após um ano de incapacidade permanente de trabalho, caso as medidas de melhoria da capacidade de trabalho não tenham sido bem sucedidas e tenhas vivido cinco anos na Suíça como imigrante e a invalidez tenha surgido na Suíça.

 

Só no caso das acções profissionais ou escolares não terem êxito, pagar-te-ão uma pensão IV. Tal só pode acontecer após um ano de incapacidade permanente de trabalho. Os imigrantes só têm direito a uma pensão após cinco anos de permanência na Suíça, tendo pago contribuições pelo menos um ano e se os problemas de saúde tiverem surgido na Suíça.

 

É então calculado o montante da pensão IV, até que ponto a invalidez afeta a capacidade de trabalho (há pensões a 1/4, a 1/2 e completas). Caso recebas uma pensão IV, continuas obrigado a pagar contribuições para o seguro, para que não hajam lacunas.

 

Logo que atinjas a idade de reforma (para as mulheres de 64 anos e para os homens de 65) receberás uma pensão AHV. Perdes, neste momento, direito a receber uma pensão IV.

 


 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Prestações Complementares (EL)[/highlight]

 

As prestações complementares da AHV e IV servem para quando as pensões da AHV e da IV, em conjunto com o rendimento, não chegarem para cobrir os custos de vida. Os(As) imigrantes têm de viver pelo menos durante dez anos ininterruptamente na Suíça para poderem receber prestações complementares.

 


 

[highlight color=’#ffffff’ background_color=’#ff0000′]Providência Profissional (BVG)[/highlight]

 

A Providência profissional (também designada 2º Pilar ou Caixa de Pensões) complementa a AHV (seguro de velhice e sobrevivência) e IV (seguro de invalidez). Receberás a pensão da Caixa de pensões quando te reformares ou se ficares inválido. Estão asseguradas todas as pessoas a partir dos 18 anos, que estejam seguradas na AHV/IV, que ganhem no mínimo 18 900 CHF por ano e tenham uma única entidade patronal (desde 1.1.2005). Este montante é-lhes deduzido directamente do salário e pago à Caixa de Pensões juntamente com a quota-parte da entidade patronal. Não podes dispor livremente do capital acumulado na Caixa de Pensões. Só podes obter este capital em condições especiais, p.ex. se abandonar definitivamente a Suíça.

[/vc_column_text][/vc_tab][vc_tab title=”Outros Seguros Facultativos” tab_id=”1436962218752-2-1″][vc_column_text]Seguro Pessoal de Responsabilidade Civil Privada

 

Mais conhecido como:

  • Personal Liability Insurance (Inglês)
  • Privathaftpflicht-Versicherung (Alemão)
  • Assurance Responsabilité Civile Privée (Francês)
  • Assicurazione Responsabilità Civile Privata (Italiano)

 

Os seguros de responsabilidade civil privada não são obrigatórios na Suíça, mas são aconselháveis. O seguro engloba apólice contra danos domésticos e cobre as despesas relacionadas com móveis, eletrodomésticos, etc. causados por incêndio, água, eventos elementares, furto e quebra de vidros, nos termos do montante assegurado. O seguro de responsabilidade civil privada cobre danos materiais e pessoais causados pela pessoa segura.

 


 

Seguro Automóvel

 

Qualquer proprietário de carro, mota ou outro veículo motorizado deverá obrigatoriamente ter cobertura de seguro. Como acontece em qualquer outro país, existem várias e diferentes apólices opcionais que podem ser compradas para cobrir os custos de acidentes causados ao proprietário do carro e seus ocupantes.

O website do Touring Clube Suíço (TCS) presta informações sobre vários tipos de apólice, tanto em francês como em alemão.

 


 

Seguro Contra Incêndios

 

(em actualização)

[/vc_column_text][/vc_tab][/vc_tabs][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_separator type=”transparent” position=”center”][vc_column_text]

O portal comparis.ch é uma boa fonte de informações sobre seguros, fornecendo-te diferentes preços, possibilidade de efectuar comparações, etc.

[/vc_column_text][vc_separator type=”transparent” position=”center”][/vc_column][/vc_row]