Lidl deixa de imprimir automaticamente os talões de compra na Suíça

A cadeia de supermercados Lidl vai deixar de imprimir de forma automática os talões de compra nas lojas da Suíça a partir de final de Janeiro. Os operadores das caixas vão passar a perguntar a cada cliente se querem o ticket e, caso aceitem dispensá-lo, o papel não chegará a ser impresso.

O grupo de retalho alemão, que tem mais de uma centena de lojas na Suíça, conta poupar naquele país mais de 95 mil rolos de papel por ano.

A empresa explica, num comunicado, que se os clientes quiserem o ticket vão recebê-lo como acontece actualmente. A diferença é que os operadores das caixas passarão a perguntar-lhes se querem o papel.

A cadeia de supermercados decidiu dar este passo porque “a maior parte dos clientes não leva o talão da caixa” ou acaba por perdê-lo no regresso ao carro. Com esta medida de racionalização, a empresa espera “poupar muito papel e evitar desperdícios desnecessários”.

“Acabar com a impressão automática do talão de caixa também é do nosso interesse, porque esta medida permite-nos poupar 96 mil rolos de caixa por ano”, afirmou na mesma nota o director de vendas do Lidl na Suíça, Alessandro Wolf, sublinhando que a medida permite ainda poupar trabalho de limpeza, além de ser uma medida ecológica.

A alteração vai ser implementada no país no final de Janeiro, mas já está a ser testada em alguns supermercados – em três zonas, o ticket deixou de ser impresso desde meados de Agosto. A empresa garante que a “reacção dos clientes foi muito positiva”.


Fonte: Publico