Como matricular um carro na Suíça?

Comunidade CH - 86º Salão Automóvel de Genebra

Há perguntas que podem ser muito básicas, no entanto, as respostas por vezes surpreendem-nos. A pergunta de hoje, apesar de bastante simples requer uma resposta um pouco complexa e, com certeza, já afetou ou afeta muitos emigrantes portugueses. O sistema de matriculas suíço é muito diferente do português e é sobre ele que decidimos falar hoje.

Antes de tudo, para poderes matricular um carro terás de começar por entrar em contacto com seguradoras, fazer algumas simulações e decidir qual a que te dá a melhor relação custo/beneficio. Após decidires e executares o contrato, irás receber, por parte da seguradora, um atestado que confirma que o teu carro está segurado.

Com o atestado em mão, terás de te dirigir à autoridade competente para a elaboração da matricula, o nome da entidade varia de cantão para cantão. As matriculas são fornecidas imediatamente e terás ainda a possibilidade de escolher a quantidade de números que queres ver na tua matricula. No entanto, cada número tem um preço, quanto menos dígitos apresentar a matricula mais cara será. Depois de escolhida a matricula, os documentos do veiculo passarão para o nome do novo proprietário. Este serviço está sujeito a uma taxa, que difere em função do cantão.

Os documentos necessários aquando do processo de matricula são: atestado da seguradora, livrete do veículo (quando se trata de carros usados), autorização de residência e carta de condução do proprietário do veículo.

Muito importante:

  • Após a tua mudança para a Suíça, deves apresentar o teu veículo no centro de inspeções competente. Os veículos automóveis que circulam por mais de um ano na Suíça precisam de licenças de circulação e de matrículas suíças.
  • Troca a tua carta de condução atual pela carta suíça. Durante os doze primeiros meses da tua estadia na Suíça, podes conduzir os veículos que correspondem às categorias inscritas na carta de condução do teu país de origem, desde que tenhas a idade mínima requerida (18 anos já feitos para motas, automóveis e veículos pesados; 21 anos para os autocarros).

Passado este prazo (motoristas profissionais: antes do primeiro trajeto), devem pedir a troca da sua carta de condução estrangeira por uma carta de condução suíça na Direção Cantonal de Viação competente.

Documentos necessários:

  • O impresso de pedido preenchido e assinado
  • O passaporte ou cartão de cidadão
  • A autorização de permanência ou residência.

Fonte: eures.ch