Os 125 anos do Jet d’eau de Genebra

Um dos monumentos mais representativos de Genebra, o Jet d’eau (Jato de Água, em português) completa este ano 125 anos de existência.

O jacto de água é uma das atracões turísticas mais famosas de Genebra, chega a ser comparada à Estátua da Liberdade e à Torre Eiffel. O jacto chega aos 140 metros de altura e bombeia 500 litros de água por segundo, mas nem sempre foi assim. Hoje contamos a sua história, desde a construção até aos dias de hoje.

Foi construído há 125 anos atrás, numa altura em que não havia eletricidade e a industria relojoeira do país usava a água para alimentar as suas máquinas. Com o crescimento da cidade, a necessidade de água aumentou por parte da população e da indústria local. Os representantes locais resolveram construir uma central hidráulica para distribuir o fluxo do Rio Rhône para a população e fábricas da cidade. Esta funcionou de 1886 a 1990.

À noite, quando as máquinas industriais paravam, produzia-se uma supressão imensa na central hidroelétrica, obrigando os operadores a parar imediatamente as bombas, controlando assim o fluxo de energia. Era necessário ter sempre alguém disponível para ligar e desligar as bombas, consoante o fluxo de água aumentasse ou diminuísse.

31 - Os 125 anos do Jet d’eau de Genebra2

Até que alguém teve a brilhante ideia de criar uma válvula de segurança para controlar a pressão da bomba. Quando era necessário diminuir a pressão, lançava-se a água para o céu. E daí surgiu um jato de água no lago, naquela época com 30 metros.

Em Julho de 1891, decidiram promover algumas atrações turísticas. O jato foi então lembrado e melhorado. Para comemorar os 600 anos da Confederação Helvética, foi inaugurado um jato de 90 metros no lago, que começou a caracterizar a cidade de Genebra.

Hoje, o jato, tem uma altura média de 140 metros e uma velocidade de saída de água de 200 km/h, escoando 500 litros de água por segundo.

Em dias de sol, é possível ver o jato de água do lado oposto do lago. As baixas temperaturas, ventos fortes, chuvas violentas obrigam ao fecho do jacto, caso contrário este pode causar sérios danos a pessoas, automóveis e edifícios localizados perto do lago.

O bom funcionamento do Jato de Água de Genebra é garantido por voluntários reformados do Serviço Industrial da cidade. Experientes, conhecem como ninguém a forma de manter o jato em perfeito funcionamento.


Fonte: minhasuica.com | folha.uol.com.br | wikipedia.org