Os 7 Museus Mais Visitados da Suíça

Comunidade CH - 7 Museus para visitar

Museu Nacional Suíço – Zurique

Inaugurado em 1898, é na realidade um conjunto de museus espalhados pela Suíça, com o objetivo de realizar exposições destinadas a mostrar a história cultural da Suíça desde a antiguidade até aos nossos dias.

Só na segunda metade do século XIX apareceu a vontade de preservar o património, para que pudesse ser mostrado às gerações vindouras, e foram assim criados os museus locais e cantonais.

Formam o Museu Nacional Suíço, o próprio Museu em Zurique, o Château de Prangins, o Fórum da História Suíça em Schwyz e o Centro de Coleções do Museu Nacional Suíço.

O Museu Nacional Suíço é o museu mais visitado da Suíça e o centro de coleções conta com mais de 820.000 objetos sobre a história e a cultura suíças.

Este slideshow necessita de JavaScript.

nationalmuseum.ch


Centro Paul Klee – Berna

O Centro Paul Klee, em Berna, é inteiramente dedicado à pessoa, vida e obra de Paul Klee. O Museu abriga a maior coleção de obras do artista em todo o mundo.

Paul Klee é considerado um dos mais importantes pintores do século XX.

O edifício é totalmente incomum, com uma estrutura em ondas, desenhado pelo arquiteto italiano Renzo Piano. O arquiteto criou uma ilha verde de onde saem três colinas de aço e vidro. Além das exposições de arte, o centro tem também uma plataforma para música, teatro, dança e literatura.

Este slideshow necessita de JavaScript.

zpk.org


MAMCO – Genebra

Instalado numa antiga fábrica, o Museu de Arte Moderna e Contemporânea de Genebra foi inaugurado em 1994 e é já o maior museu de arte contemporânea da Suíça.

O museu está constantemente em renovação, como uma verdadeira oficina de arte e renova-se completamente pelo menos uma vez por ano. O MAMCO está subdividido em 70 espaços expositivos, reservados e modificados pelos próprios criadores.

O museu não está aberto às segundas-feiras.

Este slideshow necessita de JavaScript.

mamco.ch


Fundação Beyeler – Riehen

Os negociantes de arte Ernst Beyeler e Hilda Kunz criaram a Fundação Beyeler, para abrigarem a sua coleção particular. O museu foi também ele projetado pelo arquiteto Renzo Piano. Desde 1997, data da conclusão do museu, que a Fundação Beyeler colocou no museu a sua coleção permanente acessível ao público.

A Fundação Beyeler abriu as suas portas em 18 de Outubro de 1997, com 140 obras de clássicos modernos, incluindo 23 Picassos.

Incrustado no Berowerpark nos arredores de Basileia, mais precisamente em Riehen, o edifício apresenta uma fachada envidraçada em grande parte com vista para os campos de milho e videiras que cobrem as Colinas Tüllinger.

O jardim do museu também serve periodicamente como um local para exposições especiais, velado por 178 árvores .

Este slideshow necessita de JavaScript.

fondationbeyeler.ch


Museu Olímpico – Lausanne

Experienciar os Jogos Olímpicos de perto e sentir o espírito olímpico tal como os atletas, conhecer a história dos Jogos da Antiguidade até hoje – graças à mais recente tecnologia informática e audiovisual, tudo isto é possível no Museu dos Jogos Olímpicos, em Lausanne.

O Museu olímpico inaugurado em 1993, em Ouchy, Lausane, é inteiramente dedicado às nações que participam nos jogos desportivos.

Uma construção excelente, situada na mais bela localização do Lago de Genebra é o refúgio de exposições interativas, documentos, filmes e coleções de objetos valiosos da Grécia antiga aos tempos modernos. O museu é o maior centro de informações do mundo dedicado aos Jogos Olímpicos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

olympic.org/museum


Museu dos Transportes – Luzern

Considerado o mais completo museu de mobilidade da Europa, foi inaugurado em 1959 e apresenta aos visitantes uma vasta coleção de comboios, carros, balões, aviões e barcos. Lá, encontras para cada meio de transporte, a sua história, desde a sua criação até à atualidade. É uma autêntica viagem no tempo, bastante interativa, elucidativa e, apesar de expor vários transportes que fazem parte da história suíça, também expõem transportes vindos do resto do mundo.

Desde a sua criação até hoje, o museu sofreu várias alterações, mas o conceito mantém-se, sendo possível tocar e experimentar muitos dos objetos expostos e perceber a sua linha de evolução.

O Museu está aberto durante o Verão das 10:00 às 18:00 e no Inverno das 10:00 às 17:00. Situa-se em Lidostrasse – Lucerne.

Este slideshow necessita de JavaScript.

verkehrshaus.ch


Museu Ariana – Genebra

O Museu Ariana, situado no parque com o mesmo nome, em Genebra, é o museu Suíço da cerâmica e do vidro.

Num estilo renascença e arquitetura luxuosa, constituem uma particularidade entre os outros museus da cidade. Foi construído para abrigar a coleção privada da colecionador de arte suíço e patrono Gustave Revilliod, que lhe deu o nome da sua mãe, Ariane de la Rive, e mais tarde o legou à cidade de Genebra. Hoje incluí também o Academia Internacional da Cerâmica (AIC) – uma associação fundada em 1952 – assim como o Museu Suíço da Cerâmica e do Vidro.

O museu é um dos mais importantes da Europa consagrado exclusivamente à cerâmica e ao vidro, com um conjunto de mais de 20.000 objetos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

ariana-geneve.ch