Lei Suíça na Maternidade

Comunidade CH - Lei Suíça na Maternidade

Existem algumas leis que protegem as futuras mães, durante e depois da gravidez, basicamente são medidas de proteção do seu emprego. Para quem está grávida, planeia engravidar ou para quem quer manter-se informado, ficam aqui alguns tópicos que transmitem como a Lei Suíça atua perante a maternidade:

  • A carga horária máxima de trabalho para as mulheres grávidas é de 9 horas.
  • Até ao 16º mês, após o parto, a mãe tem direito a manter o seu emprego, ou seja, não poderá ser despedida até essa data.
  • Caso a mulher grávida, por motivos de saúde, não possa apresentar-se ao trabalho, o pagamento do salário é obrigatório.
  • Mulheres grávidas que trabalhem no período da noite, têm o direito de solicitar transferência para o período diurno, ou seja, entre as 6h e as 20h.
  • A partir do 8º mês de gravidez e até ao parto não é permitido à mulher grávida trabalhar no período noturno, entre as 20h e as 6h.
  • A licença de maternidade na Suíça tem a duração de 98 dias.
  • Caso a mulher grávida precise de se afastar do trabalho, por motivos de saúde, durante a gravidez, não lhe pode ser descontado esse tempo na licença de maternidade.
  • Durante a licença de maternidade, a mulher receberá 80% do valor do seu salário.