Quais os tipos de vistos que a Suíça concede?

Comunidade CH - Quais os tipos de vistos que a suíça concede
Isto significa que em média 1 em cada 5 habitantes não tem passaporte suíço.

Existem diferentes tipos de vistos de residência que os serviços de população suíços emitem. Neste artigo damos-te a conhecer quais são e as diferentes formas de os obter.

A primeira autorização e aquela que afecta a maioria das pessoas:

B

Consiste em:

  • Autorização de residência por 5 anos;
  • Livre escolha de cantão de residência (não existe necessidade de pré-aviso às autoridades quando alterar residência);
  • Este visto é concedido às pessoas que tenham um contrato de trabalho por tempo indeterminado ou por mais de 12 meses, sendo automaticamente prorrogado por mais cinco anos enquanto a relação de trabalho continuar. Porém a prorrogação pode ser limitada a um ano se a pessoa permanecer desempregada por mais de 12 meses consecutivos;
  • Pessoas que se estabelecem no país sem emprego remunerado também recebem o visto B desde que tenham suficientes recursos financeiros;
  • As pessoas que desejarem criar um negócio por conta própria podem receber um visto B válido por cinco anos, mediante uma prova da viabilidade e estabilidade do negócio e que podem sobreviver como trabalhadores independentes;

C

Existe também a autorização do tipo C:

  • Residência a tempo integral;
  • Permite a compra de um maior número de imóveis;
  • Facilita o exercício de uma actividade lucrativa independente;
  • Para obter esta autorização terás de viver, pelo menos 5 anos na Suíça, sem teres levantado problemas à justiça e sem acumulares dívidas;
  • Impostos tributados anualmente, como acontece de resto aos cidadãos nacionais;
  • Os cidadãos provenientes dos 15 países da antiga UE e da EFTA podem obter um visto C válido por um período indeterminado após terem morado regular e ininterruptamente por cinco anos na Suíça. Este visto permite mudar livremente para qualquer cantão e mudar de emprego.

G

Para os trabalhadores das zonas fronteiras existe a autorização do tipo G:

Os estrangeiros que vivem atravessam a fronteira fora da Suíça e trabalham em outra zona de fronteira dentro da Suíça podem obter um visto G, embora este visto já não seja necessário para a maioria dos cidadãos da UE / EFTA. As zonas de fronteira são estabelecidas por um tratado com os países vizinhos. Todos os trabalhadores das zonas de fronteira devem obrigatoriamente retornar ao seu local de residência no exterior pelo menos uma vez por semana.

L

Temos também aquela que infelizmente tem afectado bastantes estrangeiros, que é a autorização do tipo L (curto prazo):

  • Contrato de trabalho com período de duração inferior a 1 ano;
  • Impostos retidos na fonte;
  • Dificuldades acrescidas na realização de contratos de arrendamento de imóveis;

A duração do contrato de trabalho determina por quanto tempo este visto é válido, normalmente varia de três a 12 meses e é concedido a pessoas que irão trabalhar no país por menos de um ano. Cidadãos da UE / EFTA à procura de um emprego também recebem este visto por três meses depois de estar na Suíça. É autorizada a mudança de residência (cantões) e do emprego, mediante aviso às autoridades competentes.

Naturalização

Depois de residires na Suíça, por um periodo nunca inferior a 12 anos, tens a possibilidade de adquirir a cidadania Suíça com todos os efeitos que isso possa ter (vê aqui mais sobre a obtenção de nacionalidade). Deverás prestar um exame sobre história e culturas suíças, assim como o domínio de pelo menos uma das línguas oficiais (o domínio de 2 idiomas oficiais é o ideal) e demonstrar que mereces receber essa cidadania.