Ter ou não nacionalidade suíça?

Comunidade CH - Ter ou não nacionalidade suíça

Uma pesquisa publicada em setembro passado afirma que os estrangeiros naturalizados estão melhor integrados na sociedade. Será verdade? E tu, eras capaz de trocar a tua nacionalidade, pela nacionalidade suíça? Ou será que podes permanecer com as duas? É o que te explicamos de seguida.
 
A nacionalidade suíça significa ser um membro pleno da sociedade, de entre outros com o direito ao voto. Ao mesmo tempo, o passaporte vermelho traz outras vantagens para a o dia a dia na Suíça, de entre elas uma maior facilidade para alugar ou comprar casa, pois deixam de ser necessários vistos e ainda um melhor acesso ao mercado de trabalho, especialmente em profissões reservadas exclusivamente aos cidadãos suíços, como a polícia ou determinados postos no governo.
 
A obtenção do passaporte suíço modifica a vida do imigrante, no entanto, o processo é moroso e depende muito do país de origem de quem pede a nova nacionalidade.
 
O que acontece muitas vezes para que o processo seja facilitado é o casamento com cidadão suíço. Mais de um em cada três casamentos na Suíça é de nacionalidade mista, ou seja, celebrado entre um suíço e um estrangeiro. Em 2014 um total de 15.706 cidadãos suíços casaram-se, na Suíça, com estrangeiros, num total de 41.223 casamentos.
 
De acordo com a Secretaria Federal de Migrações, os candidatos à obtenção de nacionalidade suíça não têm o processo facilitado, uma vez que são obrigados a:
 

  • Respeitar os princípios básicos da Constituição Suíça.
  • Cumprir a lei (qualquer processo na justiça, passado ou pendente, criminal ou por dívidas, impede a naturalização).
  • Fazer parte da vida social da comunidade em que está inserido.
  • Ter conhecimentos suficientes da língua (nível A2/B1)
  • Estar profissionalmente integrado (trabalho ou estudo)
  • Estar informado sobre o sistema político suíço, a cultura suíça e as tradições do país.

 

 

Os cantões podem ainda exigir que o requerente seja autossuficiente, ou seja, não dependa da ajuda social.
 
Um estudo realizado em 2012 pela Comissão Federal para a Migração constatou que, em 2010, cerca de 900.000 pessoas estavam aptas à cidadania. No total, 36.000 receberam a cidadania suíça em 2011.
 
Quem pretender requerer nacionalidade Suíça, tem de ter a consciência que tem um longo caminho pela frente, com muitos entraves burocraticos, e acima de tudo, deve ter a certeza do passo que está a dar.
 
Desde 1992 é possível ter dupla nacionalidade na Suíça, sem qualquer restrição. Mesmo que pretendes obter nacionalidade suíça, desde essa data, não tens de renunciar a tua nacionalidade anterior. Isto também é válido para os suíços, que se encontrem no exterior, pois também não terão de renunciar a nacionalidade suíça.
 


 
Imagem: Diebold Schilling the Younger [Public domain], via Wikimedia Commons