Chocolate Suíço

Apesar de a Suíça ser o país de eleição sempre que se fala de chocolate, não foi aqui que este se desenvolveu. O chocolate suíço tem hoje a fama de ser o melhor do mundo, mas não foram os suíços os primeiros europeus a fabricaram esta delícia.
 
A primeira fábrica de chocolate suíça surgiu no ano de 1819, por mão do Sr. François Louis Cailer. Nesta altura, já os ingleses e os espanhóis o tinham experimentado de diversas formas. No entanto, a maior inovação no que respeita à confecção do chocolate, surgiu na Suíça, quando se resolveu adicionar leite à sua preparação. E foi assim, que em 1879 foi criada a primeira barra de chocolate com leite, para ser servida como sobremesa.
 
O negócio foi-se aperfeiçoando, várias marcas foram-se criando e alienando isso aos avanços tecnológicos, os ingredientes certos e a grande competição entes as diversas marcas, estão encontradas as razões para que o chocolate suíço seja visto hoje como o melhor do mundo. Hoje em dia, a Suíça como país relativamente pequeno que é, é indubitavelmente considerado como o maior consumidor de chocolate do mundo (de notar que grande parte do chocolate que aqui é vendido é adquirido por turistas, os Suíços em média ingerem mais chocolate do que os povos de outros países mas a inflacção do mercado deve-se sobretudo ao turismo)
 

 
Mas esta história tem muito “pano para mangas”, porque existem várias marcas que se tornaram famosas ao longo dos anos: Toblerone, Lindt, Cailler, etc.
 


 
Fonte da imagem: By André Karwath aka Aka, via Wikimedia Commons