Privilégios fiscais podem estar a chegar ao fim!

Privilégios fiscais podem estar a chegar ao fim - Comunidade CH
Privilégios fiscais podem estar a chegar ao fim - Comunidade CH

É já a 30 de Novembro que os suíços vão votar se querem que o sistema de privilégios fiscais para os estrangeiros ricos continue ou, se pelo contrário, querem pôr fim a este sistema. Se por um lado, a esquerda é contra este privilégio, considerando-o injusto. Já à direita considera-se que o fim deste privilégio, poderá tornar o país menos atrativo e mais pobre. Vários são os milionários que estão “exilidos” na Suíça, devido às suas políticas fiscais atrativas. Todos eles benificiam de privilégios fiscais, ou seja, falamos de um imposto que permite, a um número bastante significativo de estrangeiros, sem actividade lucrativa na Suíça, serem taxados unicamente segundo as suas despesas e não sobre as receitas. Este sistema fiscal já foi abolido em cantões como Zurique, Basileia, Schaffhouse e Appenzell. Já Saint Gallen, Turgóvia, Lucerna, Nidwald e Berna votaram contra a abolição do imposto.

 

Chega agora a vez do povo suíço, decidir se vota contra ou a favor deste privilégio. A iniciativa foi lançada pelo partido A Esquerda e conta com o apoio do Partido Socialista e do Partido Verde, bem como dos sindicatos. Já os partidos de direita e centristas rejeitam a iniciativa.

 

Muitos dos expatriados ricos, começam a pensar desistir da Suíça e países como Portugal e Inglaterra estão já na lista de espera para os receber, uma vez que também esses países oferecem vantagens fiscais muito atrativas. Já diz o velho ditado, que a tristeza de uns, pode ser a alegria de outros.