Embaixada Portuguesa na Suíça

Embaixada Portuguesa na Suíça - Comunidade CH
Na Suíça vivem pessoas oriundas de cerca de 140 nações.

Embaixada e Consulado. O que são? Para que servem e de que forma te podem ajudar?

De uma forma geral e resumida, podemos dizer que a Embaixada representa um país perante outro país, enquanto o consulado representa particulares de um país noutro país (interesses das pessoas e das empresas que trabalham ou operem naquele país, etc…).

As funções de uma embaixada, foram definidas pela Convenção de Viena Sobre Relações Diplomáticas de 1961.

a) Representar o país de nacionalidade da Embaixada perante outro país;

b) Proteger, no país onde está localizada, os interesses do país de sua nacionalidade e os de seus cidadãos;

c) Negociar com o Governo do país onde está localizada, em nome do país que representa;

d) Informar o Governo de sua nacionalidade dos acontecimentos no país onde está localizada;

e) Promover relações amistosas e desenvolver as relações económicas, culturais e científicas entre os dois países.”

Já as funções de um consulado foram definidos pela Convenção de Viena sobre Relações Consulares de 1963.

a) proteger, no Estado receptor, os interesses do Estado que envia e dos seus nacionais, pessoas físicas ou jurídicas, dentro dos limites permitidos pelo direito internacional;

b) fomentar o desenvolvimento das relações comerciais, económicas, culturais e científicas entre o Estado que envia e o Estado receptor e promover ainda relações amistosas entre eles, de conformidade com as disposições da presente Convenção;

c) informar-se, por todos os meios lícitos, das condições e da evolução da vida comercial, económica, cultural e científica do Estado receptor, informar a respeito o governo do Estado que envia e fornecer dados às pessoas interessadas;

d) expedir passaportes e documentos de viagem aos nacionais do Estado que envia, bem como vistos e documentos apropriados às pessoas que desejarem viajar para o referido Estado;

e) prestar ajuda e assistência aos nacionais, pessoas físicas ou jurídicas do Estado que envia;

f) agir na qualidade de notário e oficial de registro civil, exercer funções similares, assim como outras de caráter administrativo, sempre que não contrariem as leis e regulamentos do Estado receptor;

g) resguardar, de acordo com as leis e regulamentos do Estado receptor, os interesses dos nacionais do Estado que envia, pessoas físicas ou jurídicas, nos casos de sucessão por morte verificada no território do Estado receptor;

h) resguardar, nos limites fixados pelas leis e regulamentos do Estado receptor, os interesses dos menores e dos incapazes, nacionais do país que envia, particularmente quando para eles for requerida a instituição de tutela ou curatela;

i) representar os nacionais do país que envia e tomar as medidas convenientes para sua representação perante os tribunais e outras autoridades do Estado receptor, de conformidade com a prática e os procedimentos em vigor neste último, visando conseguir, de acordo com as leis e regulamentos do mesmo, a adoção de medidas provisórias para a salvaguarda dos direitos e interesses destes nacionais, quando, por estarem ausentes ou por qualquer outra causa, não possam os mesmos defendê-los em tempo util;

j) comunicar decisões judiciais e extrajudiciais e executar comissões rogatórias de conformidade com os acordos internacionais em vigor, ou, em sua falta, de qualquer outra maneira compatível com as leis e regulamentos do Estado receptor;

k) exercer, de conformidade com as leis e regulamentos do Estado que envia, os direitos de controle e de inspeção sobre as embarcações que tenham a nacionalidade do Estado que envia, e sobre as aeronaves nele matriculadas, bem como sobre suas tripulações;

l) prestar assistência às embarcações e aeronaves a que se refere a alínea “k” do presente artigo e também às tripulações: receber as declarações sobre as viagens dessas embarcações, examinar e visar os documentos de bordo e, sem prejuízo dos poderes das autoridades do Estado receptor, abrir inquéritos sobre os incidentes ocorridos durante a travessia e resolver todo tipo de litígio que possa surgir entre o capitão, os oficiais e os marinheiros, sempre que autorizado pelas leis e regulamentos do Estado que envia;

m) exercer todas as demais funções confiadas à repartição consular pelo Estado que envia, as quais não sejam proibidas pelas leis e regulamentos do Estado receptor, ou às quais este não se oponha, ou ainda as que lhe sejam atribuídas pelos acordos internacionais em vigor entre o Estado que envia e o Estado receptor.

De facto, os consulados representam um país dentro de outro e servem como apoio às embaixadas.

O primeiro Consulado Português na Suíça foi aberto em Genebra no ano de 1855 sendo seguido de Berna em 1861 e de Zurique em 1883. No entanto, só no ano de 1883 é que os dois países assinaram o seu primeiro acordo consular que levou à abertura da Embaixada de Portugal em Berna no ano de 1892. Hoje em dia, a comunidade portuguesa na Suíça constitui a terceira maior comunidade estrangeira a residir no país. A emigração portuguesa iniciou-se nos anos 60 e tem-se concentrado maioritariamente na parte francesa e nos ramos da hotelaria, comércio e construção civil.

As grandes preocupações das pessoas que emigram são saber onde podem obter o seu visto de residência, legalizar a sua situação ou até mesmo obter a sua permissão de trabalho.

Deixamos aqui estas informações que te podem ser úteis e de seguida enumeramos os dados da Embaixada Portuguesa na Suíça e Consulados:

Sec. Consular da Embaixada Portuguesa em Berna

  • Morada: Portugal Ambassade Chancellerie, Weltpoststrasse 20, 3015 Bern
  • Telefones: +4131 351 1773, +4131 351 1774, +41 31 352 8602
  • gabinete de emigração: +41 31 351 17 42
  • Fax: +41 31 351 4432, +41 31 352 0248
  • E-mail: embpt.berna@scber.dgaccp.pt
  • Horário de Atendimento: Segunda a Sexta: 9h00m-14h30m

Consulado de Portugal em Zurique

  • Morada: Portugal Konsulat, Zeltweg 13, 8032 Zürich
  • Telefones:+41 (0)44 200 3040 /44 / 45
  • Fax: +41 (0)44 200 3050
  • E-mail: mail@zurique.dgaccp.pt
  • Horário de Atendimento: Segunda a Sexta: 8h30m-14h30m

Consulado de Portugal em Genebra

  • Morada: Consulat général du Portugal, Route de Ferney 220, 1200 Genève
  • Telefone: +41 (0)22 791 7636
  • Fax: +41 (0)22 788 1678
  • E-mail: mail@cggen.dgaccp.pt
  • Horário de Atendimento: Segunda a Sexta: 08h30-13h30.

Consulado de Portugal em Lugano

  • Morada: Agence consulaire de Portugal, Via Ferruccio Pelli 13, 6900 Lugano
  • Telefone: +41 (0)91 260 3860
  • Fax: +41 (0)91 260 3861
  • E-mail: mail@lugano.dgaccp.pt
  • Horário de Atendimento: Segunda a Sexta: 08h30 à 14h00

Consulado de Portugal em Sion

  • Morada: Agence consulaire du Portugal, Avenue du Midi 7, 1950 Sion
  • Telefones: +41 (0)27 323 1511
  • Fax: +41 (0)27 323 5111

Fontes: adiplomata.blogspot.pt | portugal-suica.ch