As Cervelas

Cervelas - Comunidade CH
Cervelas - Comunidade CH

Muito populares um pouco por toda a Suíça, são as salsichas mais apreciadas entre os jovens e não só. Também conhecidas como Cervelat, Servelat ou Zervelat, a forma como se escreve não importa, pois o sabor esse sim é inconfundível ou não sejam elas uma mistura de carne bovina, suína e bacon. Só para teres uma ideia, em 2007 foram consumidas 25.000 toneladas deste produto e em 2008 foi considerada património da cozinha suíça. Em média, cada habitante consome 25 unidades da salsicha por ano.

Na parte francesa chamam-lhe cervelas, na parte alemã cervelat ou se preferires servelat, em italiano. As cervelas são servidas cozidas ou cruas e quando grelhadas, cortam-se as extremidades, e já nas brasas, estas assumem uma forma peluliar.

Em 2008, este iguaria tradicional, esteve ameaçada, uma vez que os produtores locais perderam o interesse na limpeza dos intestinos dos animais que serviam para preparar a salsicha. Estes passaram com isto a comprar a tripa ao Brasil. No entanto, em 2006 devido à famosa doença das vacas loucas a União Europeia resolveu proibir a importação de diversas partes de animais, como forma de travar a propagação da doença. Em 2008 o stock de tripas de bovino, vindas do Brasil era muito pequeno e a produção ficou ameaçada. O crise da cervela foi levada a debate parlamentar, com vista a encontrar uma solução para que a produção fosse salva e a Suíça continuasse a receber os intestinos, para o fabrico das famosas salsichas. Sabe-se que até Agosto de 2008, a Suíça recebeu intestinos de bovinos, que provinham do Uruguai, Argentina e Paraguai.

Este ano, no dia da Festa Nacional, foi publicado um livro em homenagem as salsichas da nação, que atingiram o estatuto de prato cultural suíço.


Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Cervelat